Home » O VOO DO PÁSSARO DOURADO: Sonhos e Obsessões da Literatura Erótica Brasileira (Contos Libertinos Livro 1) by Welington Almeida Pinto
O VOO DO PÁSSARO DOURADO: Sonhos e Obsessões da Literatura Erótica Brasileira (Contos Libertinos Livro 1) Welington Almeida Pinto

O VOO DO PÁSSARO DOURADO: Sonhos e Obsessões da Literatura Erótica Brasileira (Contos Libertinos Livro 1)

Welington Almeida Pinto

Published
ISBN :
Kindle Edition
12 pages
Enter the sum

 About the Book 

Conto de Welington Almeida Pinto, produzido numa linguagem para o seu aparelho de mídia virtual com apuro técnico, dicção própria e atenção ao discurso. A narrativa se desenvolve num encontro entre um jovem Jornalista e a esposa de um dos seusMoreConto de Welington Almeida Pinto, produzido numa linguagem para o seu aparelho de mídia virtual com apuro técnico, dicção própria e atenção ao discurso. A narrativa se desenvolve num encontro entre um jovem Jornalista e a esposa de um dos seus melhores amigos, Professora de Literatura do Ensino Médio, que numa noite quente de dezembro de 1968, seduzidos pela fraqueza da carne, cometem adultério, infidelidade conjugal.A mola mestra do enredo, baseada no olhar original e erudito do autor sobre temas que marcaram os anos 60, gira em torno da crise vivida por um casal, descrente com o casamento. História curta, enxuta, que mescla realidade e ficção com a qual, quem lê, possa se identificar e transformá-la em um fabuloso palco de reflexões. Mexe com a emoção do leitor, principalmente, quando atento às palavras que revelam as intenções veladas dos personagens.Todo bom texto provoca alterações no corpo e na cabeça de quem lê, principalmente, quando agrega dentro das palavras sabores inusitados. Dá vontade de ler? Então leia.Trecho. O ensaio começa assim:Diante do espelho do banheiro do seu quarto, Suzana faz a maquilagem sem pressa. Solta os cabelos, ainda úmidos, deixando o penteado um pouco desmanchado sobre as costas – o intuito era acender um pouco mais o visual. Do colo, remove o escapulário e pulveriza um pouco do perfume Heure Intime na pele, sem disfarçar um risinho cheio de intenções nas faces.Enrolada apenas numa toalha, ela tira do armário um conjunto de lingerie de renda francesa em tons dourados, e se veste. Em seguida, entra no quarto do filho, tomando o cuidado para não provocar barulho.Vendo a criança em sono profundo, inclina-se para tatear seus cabelos. Após afagar-lhe o rosto, sai com os cotovelos rentes ao corpo, como se quisesse diminuir de tamanho para não ser notada. Em absoluto silêncio, com a mão esquerda gira levemente a maçaneta, e tranca a porta pelo lado de fora.Ao virar o corpo, detém-se surpresa:- Minha aliança! A aliança...Espantada com o descuido, volta a passos rápidos até o seu quarto para guardar o pequeno objeto de ouro no pote de joias. Mesmo com o coração acelerado e um friozinho subindo e descendo pelas pernas, Suzana deixa os seus aposentos e caminha até o quarto de hóspedes, tomada por um desejo que subia por seu corpo, numa intensidade que nunca havia sentindo.[...]